12 de fevereiro de 2008

Essa semana, fui novamente receber a luz de Ayuaska (chá indígena, usado pra cura e desenvolvimento espiritual). Dessa vez tive muitas experiências, inclusive de vidas passadas. Logo que tomei o chá fiquei em posição básica de yoga, sentada com os olhos fechados. As músicas do ambiente, variam, músicas New Age, ciganas, Indiana, Evangélica, Afro Music. Antes de iniciar, os responsáveis pelo espaço, (xamãs, ou autorizados em ministrar o chá), fazem uma prévia, dos vários sintomas e objetivos do chá, fazem uma oração para que somente espíritos e mestres ascencionados estejam presentes conosco. Mas, algo de diferente aconteceu comigo. Da primeira vez que fui lá, quando eu ouvi músicas de centro espírita, meu lado direito se arrepiava todo, mas nada aconteceu. Mas, desta vez, estava mais relaxada e concentrada, então, estava meditando tranquila, até que tocou uma música dessas, que fala de Ogum, Oxum. Na verdade, já fui em centros, poucas vezes, não me considero espírita, mas gosto de conhecer todas as religiões e em uma dessas situações, me disseram que eu era medium e teria que me desenvolver. Sempre fui uma pessoa muito espiritualizada, mas acho que tudo tem seu momento certo de acontecer e foi domingo, depois de eu ter tomado o chá de Ayuaska que aconteceu...
Quando tocou essa música de centro, senti meu corpo diferente, não conseguia ter controle sobre meus movimentos, tudo parecia girar, me arrepiei toda e de repente, comecei a rir estranhamente, sabia que estava recebendo um espírito, mas também sabia que ele não era da direita(como dizem os espíritas), pois meus braços, foram bruscamente pra trás e minhas mãos pareciam garras, comecei fazer uns sons, estranhos e depois bater no meu peito com a mão direita, me sentia sedutora, com raiva dos que estavam ministrando o chá, parecia que eu zombava deles.
Sempre quis ter uma experiência dessa, só não sabia que um dia isso ia realmente acontecer comigo, achei que tivesse consciente a todo momento, mas minha amiga que estava comigo, um pouco mais a frente, disse que diversas vezes me chamou, para que eu pudesse retornar, e eu fui engatinhando até ela, disse que eu estava com um olhar maléfico. Fiquei a maioria do tempo assim, não conseguia me libertar, mas de repente, consegui, voltei a minha total consciência e resolvi deitar no colchonete, fiquei com frio, meu amigo me cobriu com um lençol e então relaxei novamente... De repente, me vi em outra época... era de noite e estava chovendo muito forte, com relâmpagos e trovões. Eu estava do lado de fora, um castelo, eu era uma guerreira, tinha cabelos negros, era forte e estava olhando pra um soldado, meu inimigo, mas por quem eu tinha um enorme amor... sentia seu amor, mas em seus olhos eu via ódio, pois, pra ele, defender seu rei, era sua missão, nada mais importava, nem sua própria vida, muito menos o amor por aquela guerreira inimiga... De repente, eu estava, pendurada nas pedras e a chuva caia forte, lá embaixo, o mar em fúrias, batia nas pedras mostrando toda sua ira. O soldado, esse por quem deixaria de lutar, para amar, segurou minhas mãos e por um momento, achei que fosse me salvar... mas não, lembro-me de seu olhar com ódio e ironia... e suas mãos me soltaram, nada mais vi, nada mais senti... Quando abri meus olhos, novamente naquela sala escura, chorei, chorei muito e tive a consciência de tudo, como se eu tivesse vivido tudo naquele momento e o mais interessante é que descobri, que o soldado, foi um dos meus grandes amores desta vida... Esse homem, eu me dediquei de corpo e alma nesta vida, só lhe fiz o bem, mas sempre me perguntava, por que ele me fazia tão mal, sentia que me amava, mas via nos seus olhos o mesmo ódio que vi naquele soldado (nele mesmo) e percebi, que às vezes alguns sentimentos, traumas, lembranças ou algo na personalidade, que não sabemos explicar porque temos ou sentimos, vem de vivências passadas. Hoje, esse amor que senti, está guardado a sete chaves no meu coração, estou bem novamente e apaixonada (por outro é claro), mas de uma coisa estou certa, ainda vou encontrá-lo numa outra vida, isso se essa minha vida não for a última, afinal, como um dia um médium me disse... meu espírito é muito antigo.
Sei que tem muita gente que não acredita em nada disso, mas eu respeito a opinião e a crença de cada um, espero que me respeitem também, só estou contando no meu blog um pouco mais da minha vida.
E agora mudando de assunto... Semana passada no Enigma, aconteceu algo que nunca acontece, como todo o show, vou pra sala coletiva, essa não foi diferente, mas, meu gatinho, foi também, ele não conhecia ainda, nenhuma casa de swing, tudo era novidade, então, sentou-se do meu lado e de repente muitas mulheres começaram a passar as mãos no meu corpo, me beijar, chupar meus seios, notei que ele estava gostando do que via, afinal, que homem não gosta de ver duas mulheres, se tocando. Poucos minutos e a sala já estava pegando fogo, então, uma loira maravilhosa se aproximou de mim e começou me beijar, sentei no colo do meu gato e senti seu pau duro, sua mão passeava pelo meu corpo até minha buceta que já estava molhadinha, só de senti-lo duro dentro da calça. A loira se abaixou, e começou me chupar, me deixando com muito tesão. Meu gato, me apertava contra seu pau... estava muito excitado. Se eu deixasse acho que ela me chupava a noite toda, mas eu também queria sentir sua xoxota na minha boca. Sentei-a no colo do meu gato, abaixei e comecei chupar aquela bucetinha também e confesso... muito cheirosa, acho isso muito importante, a higiêne tanto do homem como da mulher, principalmente dos sexualmente ativos. A mulher tem que se limpar com ducha vaginal(objeto apropriado para higiene feminina, encontrada em qualquer farmácia ou sex shop), frequentemente e principalmente antes e depois do ato sexual em si. E o homem, deve aparar seus pêlos pubianos e se lavar muito bem, não só seu pênis, mas seu saco e ânus também, pois quando a mulher está fazendo sexo oral e sente um odor desagradável, com certeza perde o tesão e se tinha vontade de chupar o saco e de repente até o ânus do cara, não o faz, porque já deve imaginar que o homem não se limpa como deve.
Estou dando essas dicas, por que sei que tem muitas pessoas, tanto homens como mulheres que não sabem e não se preocupam com nada disso, talvez, por falta de instrução ou por não ligarem mesmo.
Bem, voltando ao Enigma... comecei chupar aquela buceta cheirosa e gostosa, o grelo grande como o meu e com um de meus dedos senti o quanto ela estava excitada, pois sua buceta além de quente e molhada, apertava meu dedo com muita força, ela gemia no colo no meu baby, que não estava mais aguentando de tanto tesão, minha língua passeava pela sua xoxota, em movimentos rápidos e fortes, senti que era assim que ela gostava, então, continuei, até que seu gemido veio com mais força e sua buceta se contraiu toda no meu dedo... seu gozo escorreu pela mão, até o chão.
Eu estava tão excitada, que peguei meu gato pelas mãos, ia levá-lo numa salinha reservada, queria gozar no seu pau.
Todas as salinhas totalmente fechadas, estavam ocupadas então, a que sobrou, foi a do toque, ninguém nos via, mas quem estivesse perto dos buracos, poderiam ser tocados por quem estivesse lá fora. Mas, quando entramos, a loira e seu namorado, que nem tinha visto antes, entraram conosco. Olhei para o meu gato e resolvemos deixar. Comecei beijá-lo e chupar seu pau que já estava duro, do jeitinho que eu gosto, ele estava sentado e eu de quatro me deliciando com aquele pau que adoro, enquanto isso ela começou a me chupar e seu namorado passar a mão na sua bucetinha gostosa. Meu gato, não aguentou, quando percebi, ele apertou minha cabeça contra seu pau... estava gozando na minha boquinha... hummm... que delícia!!!
Percebi então, que ela queria me fazer gozar. Sentei-me ao lado do meu gatinho abri minhas pernas e deixei-a vir, com toda sua fome... Ela me chupou com tanto gosto, que não queria mais que aquele momento acabasse...assim como eu, ela enfiava seus dedos dentro da minha buceta e tirava, me deixando com mais tesão ainda. Seu namorado, estava de frente pra mim, só observando de pau duro, enquanto alguém, do lado de fora, estava batendo uma punheta pra ele, pelo burado da parede.
Comecei gemer, enquanto ela me chupava meu gato, chupava meus peitos e sussurrava no meu ouvido um monte de sacanagem, me beijando em seguida... Senti que começou a vir, minha buceta se contraindo aos poucos, aquela sensação gostosa... Um arrepio e o gozo chegou com toda a intensidade possível... Foi muito gostoso!!! E antes de ir para o salão, a loira pediu para que eu batesse uma bem gostosa para seu namorado, disse que eles eram meus fãs e que assistiam direto meus filmes, me agradeceram, pois estavam realizando uma fantasia... Bati uma pra ele e em poucos minutos ele gozou gostoso... também, quem não gozaria... E depois que saimos do Enigma, tivemos ainda pique e transamos gostoso no meu carro... Foi maravilhoso!!!

4 comentários:

Lucas Fry disse...

Olá Morgana! Muito bom seu texto, há tempos venho lendo seu blog. Contudo hoje achei algo que e deixou preocupado, você diz para as mulheres usarem sempre a ducha vaginal, principalmente antes e depois do ato sexual. Pois bem, não é bem assim. A ducha vaginal não deve ser usada em nenhuma hipótese. A razão é fácil de entender: a vagina possui uma fauna normal, onde convivem diversos microorganismos. A ducha destroi essa fauna e, a falta dela, para esta parte do corpo faz com que fique desprotegida e mais susceptível às infecções. Então fica a dica, jamais use duchas vaginais sem prescrição médica.

É isso, ficaria feliz se vôcê visitasse meu blog também e quem sabe me desse uma entrevista :)
Beijos

Cabecinha Dura disse...

Ola minha doce e tesuda Morgana !
Cada dia sinto mais tesao por voce , e vontade de comer vc todinha , de atascar meu carralho duro ate ao colhoes dentro da sua cona maravilhosa , cheia de tesao !
Adorava ir com vc ao enigma e ver todas aquelas mulheres gostosas fudendo bem gostoso ate se espurrarem de tanta tesao ! Imagino vc chupando meu caralho, e me desfazer de leite dentro da sua boca !

Meu Deus , da tesao so de falar ! Tou escrevendo pra vc e tocando uma punheta bem gostosa olhando suas fotos guardadas no IPOD !!

Bem doce Morgana ate a proxima , e posta mais fotos suas no blog ok gata !
Morganaaaaaaaaa gostozaaaaaa tou me espurrando bem gostoso, k sencacao maravilhosa!! Hummmmmmmmmm....... Agora tenho k ir na casa de banho, porque tenho as maos cheias de leite da minha espurradela !

Bjs nessa cona cheirosa e gostosa do seu maior admirador Portugues !
Cabecinha Dura-Lisboa-Portugal

Gabriel Dualiby disse...

Bom Dia Morgana!

Adorei seu relato sobre a Ayahuasca... Estou querendo ir até algum centro já a algum tempo para cohecer este chá maravilhoso.

O contato que você descreveu pareceu muito forte!

Não posso falar que sou seu maior fã ou coisas deste tipo. Gosto da sua atitude e vez por outra procuro saber das suas atividades.

Vou comprar o seu livro para conhecer mais a "pessoa" Morgana. Assim como acompanho o Blog, quero saber de você, e não do mito fortíssimo do pornô.

Grade abraço!

Anônimo disse...

gostei muito do seu texto viu me amor queria te comer todia chupa sua buceta ate voce gemer sua safadinha gostosa tesuda se vai o tamanho do meu pau entrando na sua bumda