19 de janeiro de 2007

Já estamos em meados de Janeiro e a correria continua. Mesmo não tendo tirado férias, só por saber que o ano está começando, me sinto renovada e minhas energias recarregadas para novas experiências.
Semana passada, fui para São Paulo, na terça à noite, para o show no Enigma e liguei para minha amiga, pedindo para ficar na casa dela, perto de Congonhas. Não deu pra eu ficar onde eu fico normalmente, pois meu amigo estava viajando.
Foi bom, pois estava com saudades dela e de seu filhinho, afinal foi na casa dela que fiquei logo ao chegar em São Paulo, sem me conhecer, ela me acolheu e me ajudou a estar onde estou hoje, posso dizer que ela foi um dos anjos que apareceu em minha vida.
Na Terça, fui ao Enigma, fiz o show, com um macacão de vinil preto e minha bota plataforma. Minha performance foi bem ao meu estilo, “dark”, só mudei um pouco as músicas, escolhi Britney Spears e a música black “So sick”.
Foi bem legal, ao final, brinquei um pouco com os casais, dando uma revista da Escolinha da Morgana e finalmente os convidei para a famosa “sala coletiva”, mas senti que os casais estavam meio inibidos, normalmente quando eles vem com outros casais amigos, se soltam mais do que quando vem sozinhos, pois se sentem um pouco deslocados, então fica um pouco difícil de fazê-los se soltarem logo no inicio da noite, mesmo assim com um pouco de jogo de cintura, tento fazê-los se sentirem à vontade.
No final da noite, fui embora, para casa da Jana, que já estava dormindo, entrei em silêncio, tomei meu banho e dormi muito bem, pois no dia seguinte não tinha nenhum compromisso, então consegui descansar um pouco mais, sem me preocupar com horários.
Acordei, Jana e seu marido saíram logo em seguida, seu filho ficou comigo, assistindo TV, eu atualizei meu blog e marquei uma reunião com meu sócio à tarde, dentre outras coisas, queria saber como estava indo o meu concurso, estou ansiosa para dar continuidade a ele.
Falando no concurso, ainda na quarta, um jornalista do Jornal Diário de São Paulo, me ligou, pedindo mais informações do concurso e da minha carreira, segundo ele, iria publicar no sábado dia 13 de Janeiro, na parte onde fala dos artistas. Eu achei o máximo!!!
Na quinta feira, passei o dia na casa da minha amiga, assistindo TV e à tarde um rapaz que vem me ligando há dias e que já foi ao Enigma assistir meu show, me fez um convite, pra lá de carinhoso, para que eu fosse comer pizza com ele em Vinhedo.
A princípio, eu não ia aceitar, pois é o que ultimamente tenho feito, me fechado pra todos, mas como já havia dito antes, ‘ano novo, vida nova’, o que há de mais, aceitar um convite de uma pessoa, que parece ser tão interessante de conhecer, que parece ter um papo legal.
Foi o que fiz, aceitei, me arrumei, fiz uma make up leve, só pra dar um ‘up’, então ele veio me buscar às 19:30h.
Nosso papo estava tão agradável, ele contando um pouco de sua vida e eu pouco da minha, embora, ele já soubesse quase tudo, através da biografia do meu site, mas é claro que ouvir a pessoa contando pessoalmente se torna muito mais interessante, que a viagem passou que nem vimos.
Segundo ele, até a escolha por pizza, foi devido a ele saber que um dos meus pratos prediletos é pizza.
Chegamos na pizzaria, pedi um vinho tinto Lambrusco (vinho de procedência italiana), que adoro!!! Nada melhor que massas e vinho. Acho que a maioria dos descendentes de italiano tem a mesma preferência.
Os sabores, optamos pela mussarela de búfala com tomate seco (minha preferida), só pedi para tirar a rúcula, que normalmente vêm junto e eu não gosto, pois acho amargo e pedimos também de palmito com catupiry.
Foi uma noite muito agradável, acho que estava precisando sair assim, num lugar diferente e com um homem que me trate como uma dama.
Ao final ele me convidou para conhecer seu apartamento em Campinas, segundo ele tinha preparado uma surpresa para mim. Pensei um pouco e então decidi aceitar, afinal, estou solteira e tenho que pensar um pouco mais em mim, o que ultimamente não tenho feito.
Fomos para lá e ao chegar ele me deu uns bombons franceses, da ilhas Filipinas, maravilhoso!!! (também sabia do meu gosto por chocolates).
Assistimos aquele seriado “24 horas”, confessei que nunca tinha assistido, mas gostei muito, gosto de filmes policial e de ação, dentre outros.
È claro que não ficou só no filme, rolou uns beijos bem calientes e fomos pra cama...Vou confessar que foi muito bom, até na cama ele me tratou como eu gosto.
No dia seguinte, ele saiu cedo pra trabalhar e eu fiquei dormindo. Ao chegar, no almoço, me acordou com muito carinho, levantei e notei que ele havia me deixado café da manhã maravilhoso com um bilhetinho, avisando que tinha ido trabalhar. (que fofo!!!).
Tomei o café e então pedi para me levar embora, pois às 18:00h, teria que estar no Teatro Orion, na rua Aurora, para apresentar a semi final do concurso “Gata Striper Orion”.
Infelizmente, chegamos em São Paulo e o trânsito na Marginal Pinheiros estava insuportável, devido àquele acidente terrível que aconteceu na linha 4 do metrô. Esse incidente aconteceu uma hora antes de eu passar por ali, mas até então, eu não sabia o porque do trânsito, pra mim estava tudo parado por ser sexta feira.
Cheguei na casa da Jana, me arrumei o mais rápido que pude, pois, o concurso estava previsto começar, às 19:00h e a 23 de Maio, provavelmente estaria congestionada também.
Estava atrasada, muito atrasada e pra mim atrasos não são tolerados, definitivamente, odeio me atrasar, mas numa cidade como São Paulo, às vezes é inevitável.
Conforme o previsto, a 23 parada, meu empresário me ligando para saber onde estava. Sabia que se não encontrasse um meio de sair daquela 23, não chegaria a tempo. Então, me concentrei e como não conheço muito São Paulo, não poderia, entrar em qualquer lugar, senão iria me perder e me atrasar ainda mais.
Finalmente uma luz no fim do túnel, rss, decidi, entrar sentido Bela Vista, pegar a 13 de Maio e seguir até o centro, torcendo para não ter trânsito congestionado também.
Para a minha felicidade e alívio, o caminho estava livre e consegui chegar um pouquinho atrasada, mais a tempo.
Fui para o camarim do Teatro, coloquei minha calça branca e um top da minha grife branco e bordado com lantejolas prata.
Pedi meu whisky com energético, para dar uma relaxada na tensão que o trânsito e o medo de não dar tempo de chegar, me deixaram.
Finalmente, subi ao palco, o público, estava muito animado e gritando meu nome. Apresentei, os jurados, anunciei os patrocinadores e rapidamente chamei a primeira candidata, ao todo eram 12 stripers semi finalistas.
Enquanto, as meninas se apresentavam, peguei minha máquina fotográfica e fui fotografando os shows, para colocar no meu site, nas fotos amadoras.
Gostei muito das apresentações, as stripers, estão todas muito lindas, suas produções bem criativas, muita sensualidade e ótima performance, realmente, está sendo uma missão quase que impossível definir as que vão para a final.
Interessante, é a expressão dos rapazes que estão próximo ao palco, quando as stripers chegam perto deles e se insinuam, mostrando o corpo nu. Ficam babando, com certeza depois fazem uma homenagem a elas. Rsss.
Bem, entre uma apresentação e outra, muitos, conseguem entrar no camarim e tirar fotos comigo e eu adoro esse carinho todo, me sinto realizada profissionalmente.
Gosto tanto de apresentar, interagir com o público, que quando faço esse tipo de trabalho, nem vejo passar a hora, quando menos esperava, a última striper estava entrando no palco.
Das doze meninas, dez foram selecionadas para a grande final, que será dia 09 de fevereiro e como todo o decorrer desse concurso, o público acaba me convencendo a tirar a parte de cima de minha roupa, mas desta vez, mostrei só um pouquinho, pois na grande final, espero ser contratada para fazer um show para fechar o concurso, é claro depois de apresentá-lo.
Bem, ao terminar, fui embora na casa de minha amiga, estava muito cansada e tinha que descansar bem, pois sábado teria show no Enigma e logo depois pegaria estrada para o interior.
Sábado, acordei e fui até Moema, precisava ir ao salão de beleza fazer a raiz do meu cabelo (se eu pudesse, voltaria a ser morena, pois ser loira dá um trabalho!!!).
Cheguei ao endereço e no lugar, havia outro salão, com um nome diferente, perguntei ao segurança, que me disse ter mudado para outro endereço, fui até a rua, procurei, mas não achei, então fui ao banco e voltei pra casa da minha amiga. Lá, passei o resto do dia, vendo TV, a Jana não tinha dormido lá e seu filho passou o dia brincando com as crianças do prédio, na piscina.
Á noite, fui me arrumar para o show e antes de sair preparei uma janta para o filho da minha amiga.
Cheguei no Enigma, encontrei muitos casais amigos, o pessoal do site Convento das Safadas, a Bella pela qual tenho uma grande admiração, enfim, sempre me divirto muito lá, acho que é o único lugar que gosto de freqüentar, independente de fazer show, quando morei ao lado, ia todo dia (ou melhor toda noite) , principalmente porque na época, namorava o Julio Bueno que fazia show de striptease e hoje é o DJ (boa época, aquela, talvez a melhor da minha vida!), mas enfim, voltando aos dias de hoje, chegou a hora do show, fui ao camarim, coloquei minha bota plataforma, meu vestidinho pink, meia listrada branca e rosa. Dancei Buttons das Pussy Cat Dolls e Because of You.
De sábado, meu par é um striper homem e quem fez par comigo foi Eduardo Oliveira (acho que é esse o nome), ele dança no Clube das Mulheres (nunca fui, mas tenho curiosidade de conhecer), então dançamos juntos, uma música no final, onde ele tirou minha calcinha e eu tirei sua sunga (homens e mulheres, aguardam anciosos por esse momento, rss).
O restante da noite, ia ficar no bar sentada conversando, onde sempre costumo ficar, não fosse um casal que conheço, ter me chamado para a pista dançar, não pude recusar.
O legal é que as mulheres, me rodeiam nesse momento, dançam comigo, me pedem para ensiná-las a subir na barra.
No fim da noite, até um beijo entre eu e minha amiga rolou, o marido dela queria nos ver beijar e foi o que aconteceu, demos um beijo bem gostoso. Enfim, me diverti bastante e acabei saindo de lá ao amanhecer, foi até bom, pois meu sono vai embora durante o dia, então, peguei estrada para Itu e não pense você, que fui dormir. Cheguei em casa, o sol já estava forte, bem convidativo, para eu me bronzear.
Perto do horário do almoço, no domingo, tomei um banho, após ter tomado sol e fui para a casa dos meus pais, almocei e convidei minha mãe, minha vó e minha irmã, para irmos ao shopping, minha avó nunca tinha sequer visto um shopping na vida dela.
Pra mim foi um imenso prazer, mostrar para ela como era um shopping, a princípio ela foi meio contrariada, pois não gosta de sair de casa, principalmente agora que está se recuperando de uma operação no fêmur e teve que ir de cadeira de rodas.
Comprei um sorvete pra ela, minha mãe e minha irmã e voltamos embora.
Chegando em casa, ainda fui com meu pai até uma chácara de um amigo dele, pois ele queria pegar umas mangas, mas não encontramos ninguém lá.
Cheguei em casa à tardezinha e finalmente tomei meu banho relaxante e fui me deitar, de tão cansada que eu estava, dormi rapidinho.

3 comentários:

Poeta Místico disse...

Um poema simples de um simples fã:)

De moite e de dia
Uma certa loira nos traz alegria
Esbanjando simpatia e sensualidade
Levando-nos ao extremo da felicidade
Extremamente culta e audaz
Deixa nossas tristezas para trás
Fica-se totalmente sem ar
Ao se ver Morgana atuar
Amor e carinho exalam de sua pele alva
E na noite escura sua luz nos salva
Pois ela é e sempre será
A única bruxa sensual
Que nos deixa de alto astral!

Milhões de beijos e abraços calientes
Poeta Místico

Santista Gostoso disse...

Morgana!!!

Que post agitado!!!
Adoro seus shows no Enigma!!!
Minha namorada te ama!!!

Bjossss

Edson disse...

Oi MOrgana,sou de Brasilia e sou um grande fä seu,tenho varios de seus filmes e gostaria de dizer que te admiro demais,o site esta d+ assim como o blog que sempre estou vendo pra ver como anda minha estrela preferida,tenha um bom fim de semana te adoro gata bjos tchau!!!!