20 de março de 2009

ESTRELAS DO MUNDO ERÓTICO

BELLADONNA



Belladonna, nome artístico de Michelle Anne Sinclair, (Biloxi, 21 de maio de 1981) é uma PORN STAR AMERICANA. Muito conhecida pelas suas performances HARD CORD, ela se destacou no mercado se tornando realmente uma estrela.
Belladonna cresceu em Magna, San Francisco. É casada com Aiden Kelly e tem um filho, inclusive ela fez alguns filmes estando grávida. Começou sua carreira no ano de 2000 e fez até o começo de 2006 muito mais que 200 filmes, sendo que também dirigiu alguns deles. Chegou a ter uma relação amorosa séria com o ator pornô espanhol Nacho Vidal.

Alguns de seus principais filmes:

Anal Addicts # 5
Anal Trainer # 4
Anal University # 10
Ass Worship # 1, # 2
Azz Fest
Barely Legal # 5, # 50
Belladonna's Fuck Me (2005)
Black Cravings # 2
Black Dicks In White Chicks # 2
Chocolate Oral Delights
Cock Smokers # 40
Gang Bang Girl # 29
Gangbang Auditions # 6
Lewd Conduct # 7
Lex Steele XXX # 2
Service Animals # 6, # 7
Sodomania # 38
Submissive Little Sluts # 10
Weapons Of Ass Destruction
Whack Attack # 11, # 17
Fucking Girls # 1, # 2, # 3, # 4, #5, #6
Do Not Disturb
Fetish Fanatic # 1, # 2, # 3, # 4, # 5
No Warning # 1, # 2, # 3
Evil Pink # 2
Cock Happy
Manhandled, # 1, # 2
The Best of... Vol. # 1
Dark Meat # 1
Butthole Whores
Evil Pink # 1
The Connasseur
My Ass Is Haunted # 1
Iodinegirl

A musa do estilo Hard Cord, também já ficou na história com a quantidade de prêmios que já ganhou:

AVN (Adult Video News)
2006: Melhor na Categoria "All-Girl Feature" - Belladonna's Fucking Girls - Belladonna Entertainment/Evil Angel
2004: Melhor na Categoria "Couples Sex Scene" - Video - Back 2 Evil - (ao lado de Nacho Vidal)
2003: Melhor Cena de Sexo Oral - Filme - The Fashionistas - (ao lado de Rocco Siffredi)
2003: Melhor Atriz Coadjuvante - Filme - The Fashionistas
2003: Melhor Performance Provocativa - The Fashionistas
2003: Melhor na Categoria "All-Girl Sex Scene" - Filme - The Fashionistas - (ao lado de Taylor St. Claire)

[editar] XRCO (X-Rated Critics Organization)
2005: Melhor na categoria "Girl/Girl Movie" - Belladonna's Fucking Girls (Belladonna/Evil Angel)
2004: Indicada na Categoria "Orgasmic Oralist"
2004: Indicada na Categoria "Girl/Girl" - Bella Loves Jenna - Vivid Entertainment Group - (ao lado de Jenna Jameson)
2004: Indicada na Categoria "Sex Scene, Couple" - Bella Loves Jenna - Club Jenna/Vivid Entertainment Group - (ao lado de Nacho Vidal)
2003: Indicada na Categoria "Mainstream's Adult Media Favorite" - Diane Sawyer TV Show; Sweeps Weeks Media Blitz
2003: Indicada na Categoria "Orgasmic Analist"
2003: Indicada na Categoria "Orgasmic Oralist"
2003: Indicada na Categoria Performance Feminina do Ano
2003: Indicada na Categoria "Sex Scene, Couple" - Back 2 Evil - Evil Angel - (ao lado de Nacho Vidal)
2002: Performance do Ano
2002: Melhor Atriz (Performance Solo) - The Fashionistas
2002: Melhor na Categoria "Orgasmic Analist"
2002: Melhor na Categoria "Girl-Girl Sex Scene" - The Fashionistas - (ao lado de Taylor St. Claire)




Notas de Morgana Dark

Belladonna, é para mim um ícone, nunca contracenei com ela, fazer uma cena com essa estrela seria como realizar uma fantasia, o mais próximo que cheguei dela, foi gravar cenas com o astro espanhol e ex caso da atriz, Nacho Vidal e a atriz americana que sempre está em cena com ela, Ariana Jolie.
Já assisti muitos filmes da atriz, todos são realmente bons, mas fica por minha indicações o "Bella Loves Jenna", da produtora Vivid, onde se encontram grandes ícones, como a Jenna Jameson contracenando com Belladonna, numa cena muito envolvente, Nacho Vidal com a atriz numa cena íncrivelmente picante, dentre outras. Mas só por essas duas cenas, vale a pena assistir.
Segundo fontes do meio, Belladona tinha um contrato com a produtora Buttman e não poderia gravar esse filme para a produtora concorrente Vivid. Mas, a última pagou a multa da atriz para que ela pudesse realizar esse trabalho.

FÁBIO SCORPION

Ele realmente ficou marcado na história do cinema erótico nacional, hoje é considerado um ícone do gênero, sendo sempre citado como exemplo por atores, atrizes e diretores.
FÁBIO SCORPION, nascido no Rio de Janeiro em 1969, depois de dez anos se destacando no mercado, infelizmente deixou saudades, falecendo em 23 de Novembro de 2004, vítima de complicações em um procedimento médico, após passar por uma cirurgia plástica.
Estudou no Colégio de Santo Inácio e depois iniciou Economia, na PUC-RJ. Entediado com a faculdade, uma namorada o chamou para fazer filmes pornô, e a partir daí não parou mais.



Sua série de filmes de maior sucesso é a Scorpion, série que contém 49 filmes. Chegou a transar com mais de mil pessoas, quase todas mulheres, tendo incluido travestis nos filmes heterossexuais.

Filmografia

Scorpion (Série 1 a 50)
She-Male Road Trip 2
All-Star Best of Please! (2004)
Bizarre Peroxide Tales (2003)
House of Whores (2003)
Italian Sausage (2003)
Italian Sausage 2 (2003)
Just Another Porn Movie 4 (2003)
Not Far from Heaven (2003)
Search for the Ripe Peach (2003)
Search for the Ripe Peach 2 (2003)
Buttman's Anal Divas (2000)
Buttman & Rocco's Brazilian Butt Fest
Please 2 (1999)
Men from Ipanema

Notas de Morgana Dark

Não o conheci pessoalmente, só me lembro que em uma gravação de um carnaval em 2004, atores e diretores muito tristes, traziam a notícia de seu falecimento, só o que se ouvia falando é que ele realmente foi um astro e que ia ficar para a história, como ficou.

3 comentários:

Anônimo disse...

ta faltando da silvia saint

kurati disse...

Nossa,amei o novo estilo do blog.Cheio de informações do mundo erótico e pornô.Realmente ficou muito bacana e interessante de ler.O mais legal é saber da sua opnião sobre atores e atrizes.Acho que um review sobre produtos eróticos cairia muito bem tb.Muita gente é tímida e tem medo de usar esses produtos.Uma explicação de uma autoridade do sexo poderia mudar a cabeça de muita gente!Parabéns pelo blog!

Fernando disse...

Já vi varios filmes dela, mas ainda prefiro as brasileiras, ela nunca vai chegar perto da simpatia dessa blogueira (morgana), digo isso porque já falei com ela, e do corpo da babalu